Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram
Food InnovationVarejoBarano Alimentos quer entrar em PDVs de MG e ES

Barano Alimentos quer entrar em PDVs de MG e ES

  • Written by:

A Barano Alimentos, especializada em cereais e produtos matinais, se prepara para atuar em novos mercados.

Com 1.615 clientes no Rio de Janeiro, incluindo 40 redes de supermercados, a fabricante é focada no pequeno varejo. “Nossa fábrica está localizada em Minas Gerais e iniciaremos a expansão pelo interior do estado. Também pretendemos entrar em pontos do Espírito Santo, começando pela capital Vitória, e, posteriormente, estudar o mercado de São Paulo”, revela Rodrigo Tilli, diretor comercial da Barano, com exclusividade ao Jornal Giro News.

“Temos forte atuação em pontos que possuem até 4 checkouts, os supermercados de bairro. Hoje, 37% do negócio é representado pelos clientes que não possuem redes de lojas”, complementa.

Novidades no Portfólio
Com 19 SKUs no portfólio, a Barano Alimentos tem a granola integral como seu carro-chefe, com 58% de participação. “Em 2020, já apresentamos o Mix de Nuts e, no final do ano, prevemos lançar uma granola premium em pote, um açúcar demerara orgânico e um melado”, antecipa.

As novidades para a linha de açúcares estão relacionadas ao crescimento da versão mascavo, que foi lançada no final de 2018 e representa 5% do negócio. A utilização do produto para substituir a versão tradicional do açúcar ou acompanhar o açaí são movimentos que puxam esse avanço, analisa o diretor. Tilli também aponta como tendência a procura dos consumidores por produtos menos processados, sem conservantes, sódio ou gordura.

Crescimento de 50%
Além do varejo alimentar, a Barano também está presente no mercado de food service. A empresa possui um e-commerce direcionado principalmente ao setor, para consulta e cotação de preços. “Desde o início da pandemia, tivemos redução das vendas para lanchonetes. No entanto, o crescimento da demanda do segmento supermercadista foi muito superior à essa queda.

No primeiro semestre, tivemos alta de 43% em toneladas e 46% em faturamento. Se considerarmos o resultado até julho, o incremento é de 47% em toneladas”, confidencia Tilli. No acumulado de 2020, a expectativa da Barano é registrar aumento de cerca de 50% em toneladas no volume de vendas, na comparação com o ano passado.

 

 

 

 

 

Fonte: Gironews 30.07.2020

Comments are closed.