Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram
Food InnovationRadarCinco tendências que irão impactar a indústria de alimentos e bebidas em 2022

Cinco tendências que irão impactar a indústria de alimentos e bebidas em 2022

  • Written by:

Estudo da ADM aponta mudanças de comportamento do consumidor e oportunidades para o setor

Por Estela Mendonça

A pandemia acelerou muitas mudanças relacionadas à saúde no comportamento do consumidor, reforçando a saúde holística, que implica em bem-estar físico, mental e social. As principais empresas de pesquisas, como Mintel e Euromonitor, em suas mais recentes análises, colocam a alimentação e a nutrição como uma prioridade para auxiliar o melhor funcionamento do sistema imunológico e na prevenção de doenças relacionadas ao estilo de vida, como hipertensão, obesidade e diabetes. 

Rodrigo Setti, gerente de negócios Botânicos da ADM.

A ADM, que oferece uma vasta gama de soluções voltadas ao bem-estar, que incluem pré, pró e posbióticos, fibras dietéticas, vitaminas, minerais, extratos e óleos botânicos funcionais, entre outras, realizou um estudo global e identificou, a partir de várias pesquisas próprias e externas, cinco tendências que irão impactar o setor alimentos e bebidas em 2022. O estudo traz também dados exclusivos sobre o comportamento dos consumidores sul-americanos. “São cinco mudanças contínuas de comportamento que estão inspirando inovação e criando oportunidades para a indústria de alimentos, bebidas e suplementos investirem no futuro”, destaca Rodrigo Setti, gerente de negócios Botânicos da ADM.

As cinco tendências

1. Nova motivação para melhorar a saúde e o bem-estar individual

As experiências de pandemia têm variado em todo o mundo, mas uma conclusão quase universal é o novo foco em comportamentos preventivos de saúde e bem-estar. Por exemplo, 91% dos consumidores sul-americanos afirmam que buscarão comer e beber de maneira mais saudável e 43% dizem que estão tentando perder peso. Produtos projetados para auxiliar a otimização da saúde física e o bem-estar mental em todas as fases da vida ajudarão os consumidores a protegerem a si mesmos, suas famílias e comunidades.

2. Uma abordagem holística para gerenciar a conexão mente-corpo

Mais pessoas estão abraçando o bem-estar emocional: 56% dos consumidores sul-americanos estão mais conscientes de seu bem-estar mental devido à covid-19. O desejo de manter a saúde física e mental em equilíbrio está promovendo novas técnicas para controlar o estresse, desde exercícios e meditação até a ingestão de alimentos com benefícios percebidos para melhorar o humor. Conforme os consumidores retornam a estilos de vida mais ativos, produtos com ingredientes funcionais que aumentam a energia, auxiliam na melhora do desempenho cognitivo e regulam o humor estão ganhando destaque. 

3. A nutrição personalizada apoia os objetivos pessoais de saúde e bem-estar

65% dos consumidores sul-americanos estão escolhendo com mais frequência alimentos e bebidas funcionais. Uma maior compreensão de como a dieta pode afetar a saúde está estimulando mais pessoas a escolher ingredientes saudáveis e ricos em nutrientes em refeições caseiras e preparadas, com foco particular em fibras e proteínas. As marcas podem ajudar as pessoas a ficarem motivadas na cozinha com sabores inovadores e formatos convenientes.

4. Uma perspectiva proativa sobre imunidade

Com 75% dos consumidores sul-americanos mais preocupados com a imunidade desde a covid-19, as pessoas estão mudando de uma abordagem defensiva contra a doença para uma mais proativa e holística. Os consumidores estão procurando maneiras de incorporar soluções de suporte à função imunológica em suas vidas diárias. Produtos com ingredientes funcionais que contribuam para a saúde intestinal e que possam auxiliar o bom funcionamento do sistema imune atrairão cada vez mais a atenção do consumidor. 

5. Indulgência proposital é a nova “indulgência permissível”

Durante a pandemia, muitas pessoas se permitiram consumir alimentos e bebidas indulgentes como forma de autocuidado. Na verdade, 56% dos consumidores globais compram alimentos reconfortantes regularmente como resultado da covid-19. Os consumidores estão reconhecendo que, desde que essas escolhas sejam propositadas – e não impulsivas, a indulgência tem um papel importante em uma relação saudável com os alimentos. A ADM projeta novas oportunidades para bebidas, lanches e produtos de confeitaria que ofereçam benefícios nutricionais com sabor delicioso.

Universo de oportunidades

“As soluções e ingredientes da ADM apoiam as indústrias de alimentos, bebidas e suplementos a criarem produtos líderes de mercado, com um portfólio, que consegue atender essas novas demandas e tendências identificadas no estudo, entregando sabor, saudabilidade e funcionalidade para os consumidores”, garante Rodrigo. 

Com 80 cientistas trabalhando em 11 laboratórios ao redor do mundo e mais de 20 patentes, a empresa está preparada para atender a uma ampla gama de soluções de saúde e necessidades de bem-estar do consumidor, como saúde metabólica, saúde intestinal, imunidade, saúde da pele e saúde mental e cognitiva.

Extratos botânicos 

Recentemente, a ADM ampliou seu portfólio ao agregar uma extensa gama de extratos botânicos de frutas e vegetais, que podem ser aplicados em alimentos e bebidas. “São produtos de origem natural, feitos a partir de plantas, frutas e vegetais brasileiros, como acerola, açaí, erva-mate, camu-camu, entre outros, que oferecem diferentes substâncias bioativas aos consumidores, vitaminas que auxiliam o funcionamento do sistema imune e promovem efeitos antioxidantes no organismo” explica Setti, acrescentando que os produtos são fornecidos em pó, formato que conserva os fitoquímicos dos ingredientes e facilita o transporte e armazenamento dessas soluções. 

“Quando falamos em desenvolver um produto mais saudável e atrativo para os consumidores, os extratos botânicos são a melhor opção para acrescentar de maneira natural cor, sabor e funcionalidade aos produtos”, diz Setti, que cita como exemplo as soluções concentradas de acerola como uma fonte natural de vitamina C, com teor de 17% desse nutriente e funcionalidades apoiadas por evidências científicas. 

“Além disso, não apenas o extrato de acerola, como também o de açaí e o de chá-verde, são fontes de antioxidantes, que auxiliam na manutenção da saúde do organismo e na melhora da imunidade”, comenta Setti. Já os extratos de guaraná e erva-mate, segundo o executivo, são alguns exemplos de fontes naturais de cafeína, que podem ser utilizados na produção de bebidas, agregando de forma mais natural energia aos consumidores. 

O negócio de extratos botânicos da ADM também oferece soluções para bebidas vegetais, como o leite de coco que pode compor um produto vegano entregando uma rica experiência sensorial de textura e sabor. 

Microbioma desvendado

“Mais da metade dos consumidores sul-americanos estão optando por alimentos e bebidas funcionais com mais frequência. Isso sinaliza um importante campo de investimento para as indústrias do setor, que precisam formular um produto não só saboroso e agradável, mas que também aportem benefícios à saúde do consumidor”, Daniel Borges, diretor de negócios em Microbioma da ADM.

Daniel Borges, diretor de negócios em Microbioma da ADM

Os negócios em microbioma vêm se fortalecendo na ADM e abrigam as soluções de pré, pró e posbióticos, que podem auxiliar no desenvolvimento de produtos inovadores que vão ao encontro com a busca dos consumidores por uma melhora na imunidade e na saúde em geral, incluindo combinações, que podem auxiliar na saúde digestiva, bucal, da pele e metabólica, entre outras. “A ADM detém um portfólio incomparável em soluções microbianas, desenvolvidas a partir de estudos pioneiros e tecnologias de ponta, que permitem aos nossos clientes oferecer as mais recentes inovações aos consumidores”, garante Borges. 

A empresa colocou recentemente no mercado a linha BPL1TM (Bifidobacterium animalis ssp lactis BPL1), um probiótico pioneiro que visa o suporte da saúde metabólica. A BPL1™ é uma cepa única e está disponível também como um posbiótico tratado termicamente, HT-BPL1™, que mantém suas propriedades* relacionadas a circunferência da cintura e gordura abdominal*. O HT-BPL1™ é ideal para aplicação em alimentos, diferentes tipos de bebidas, incluindo UHT, snacks, bebidas lácteas,  suplementos alimentares, entre outros.

Além disso, o BPL1TM conquistou importantes prêmios como o prêmio Ingrediente do Ano, na categoria manutenção de peso do Nutra Ingredients Awards 2020 e o prêmio BIG Innovation Awards 2021, oferecido pela Business Intelligence Group. “Com certeza a pesquisa global de tendências de consumo nos trouxe vários insights sobre o que os consumidores estão buscando e como nós podemos oferecer as melhores soluções e ingredientes para as indústrias”, finaliza Borges. 

Para saber mais entre em contato com a ADM pelo e-mail  [email protected].

 

*Pedret, A et al; Effects of daily consumption of the probiotic Bifidobacterium animalis subsp. Lactis CECT 8145 on anthropometric adiposity biomarkers in abdominally obese subjects: a randomized controlled trial. Int J Obes (Lond). 2019 Sep;43(9):1863-1868. Esta comunicação é destinada apenas para business-to-business. Nada nesta página deve ser percebido como uma alegação de propriedade funcional aprovada pelas autoridades regulatórias.

Comments are closed.

Rodapé