Chemyunion FI 0820
Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram
Food InnovationDestaques Empresas & NegóciosFoodtech chilena NotCo recebe aporte de Danny Meyer, fundador da rede Shake Shack

Foodtech chilena NotCo recebe aporte de Danny Meyer, fundador da rede Shake Shack

  • Written by:

Rodada foi realizada por meio da Enlightened Hospitality Investments, fundo associado ao Union Square Hospitality Group, de Danny Meyer; dinheiro será usado para expansão na América do Norte

A NotCo, foodtech chilena especializada em alimentos plant-based, anunciou nesta quarta-feira (02/06) que recebeu um novo aporte de Danny Meyer, fundador da tradicional rede Shake Shack. A rodada, de valor não divulgado, foi realizada por meio da Enlightened Hospitality Investments, fundo associado ao Union Square Hospitality Group, que pertence ao empreendedor norte-americano. O dinheiro será usado para expansão da companhia na América do Norte, assim como para a operação brasileira.

Em entrevista a PEGN, Matias Muchnick, fundador e CEO da NotCo, contou sobre a rodada e também deu detalhes sobre os planos de expansão da foodtech. Segundo o empreendedor chileno, as primeiras conversas com Meyer começaram em 2020, ainda antes da pandemia. O empresário havia conhecido os produtos da NotCo e decidiu marcar uma conversa para viabilizar um possível investimento. Com a crise do coronavírus, decidiu pausar a decisão até duas semanas atrás, quando voltou a se encontrar com os empreendedores da NotCo.

“Quando experimentou todo o nosso portfólio, virou e disse: ‘Preciso investir nisso’”, diz Muchnick. Com o dinheiro, a empresa iniciará uma nova fase nos Estados Unidos. Depois de lançar o NotMilk, seu leite à base de plantas, na rede Whole Foods, em outubro de 2020, agora a foodtech iniciará a venda de todo o seu portfólio de produtos, formado por sorvetes, maionese e hambúrguer, além do leite. Por meio do aporte, o objetivo é escalar nacionalmente, com campanhas em Nova York, Miami e grandes capitais da costa oeste.

Além disso, fará parcerias com redes como Burger King e Papa John’s, que distribuirão seus produtos dentro das redes. “Neste mercado, uma das coisas mais importantes é o ‘awareness’, é ficar conhecido entre os consumidores. E isso leva tempo. Com parcerias com grandes redes, ou pessoas como Danny Meyer, abrem-se atalhos”, diz Muchnick. Além do aporte, o empresário e investidor entra para o conselho da startup, que já foi investida até por Jeff Bezos, fundador da Amazon.  “O Danny Meyer é um empresário emblemático no ecossistema de restaurantes dos Estados Unidos. Para nós, é uma validação. Ele conhece o caminho para acessarmos um mercado gigante”, diz.

Brasil e próximos passos
O dinheiro também será usado para expansão da operação brasileira, diz Muchnick. Segundo o empreendedor, a startup não olha somente para os Estados Unidos como um mercado em potencial. “No Brasil, este mercado está apenas começando a acontecer. Vamos construir campanhas para as pessoas terem sua primeira experiência com a NotCo e investir em mais ações no país”, diz.

Em paralelo a isso, a NotCo se prepara para entrar na Colômbia, México e Canadá. “Mas é importante saber que não basta entrar. As operações têm que ser substanciais, de qualidade.” Segundo o empreendedor, a foodtech quer ser a empresa plant-based que mais cresce na América Latina. Para isso, precisa aumentar sua penetração de mercado e expandir o portfólio de produtos.

Ainda em 2021, a empresa deve lançar novos itens criados para substituir a carne animal. “Isso é importante dizer: a NotCo não quer criar alternativas, mas substitutos. E para isso, ele precisa ser bom. Estamos no caminho.”

 

 

 

 

 

Fonte: Revista PEGN 02.06.2021

Comments are closed.

Rodapé