Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram
Food InnovationEmpresas & NegóciosCEO acredita que Assaí avançará sobre redes regionais nos próximos meses

CEO acredita que Assaí avançará sobre redes regionais nos próximos meses

  • Written by:

Belmiro Gomes avalia que parte desses concorrentes apostou em um volume de expansão acima da sua geração de caixa.

O Assaí estima que deverá ganhar participação de mercado daqui para frente avançando sobre as redes regionais. Em teleconferência de resultados realizada em 14/05, Belmiro Gomes, CEO da bandeira de cash & carry, que pertence ao GPA, disse que parte desses concorrentes terão maior cautela na abertura de novas lojas para preservar caixa.

“Muitas regionais apostaram em um volume de expansão acima da geração de caixa com alavancagem bancária e poderão sofrer impacto. Enxergo um cenário positivo para o parque de lojas do Assaí tanto nas unidades recém-abertas quanto nas que estão em construção”, avaliou.

O executivo ressaltou que o negócio de atacarejo do GPA tem um prazo médio de compra de 6 a 7 dias superior ao giro do estoque. “É uma operação que quanto mais cresce, mais gera caixa, sendo totalmente sustentável e financiando seu investimento em expansão”, disse, lembrando que o Assaí já ganhou 1,9 ponto percentual (pp) de participação entre janeiro e março deste ano.

No período, a bandeira inaugurou uma loja em Pernambuco. Outras 17 unidades estão em construção, sendo três conversões. Peter Estermann, diretor-presidente do GPA, ressaltou que 40 lojas da marca abertas nos últimos dois anos já representam 25% das vendas totais da bandeira. “Mesmo com o impacto da queda do foodservice, o time do Assaí tem se ajustado rapidamente para focar o atendimento nas pessoas físicas e criar novas oportunidades para as jurídicas”, enfatizou.

De janeiro a março, a receita líquida do cash & carry da companhia cresceu 23,4%, atingindo R$ 7,8 bilhões. A margem bruta manteve-se praticamente estável, em 15,6% – ligeiro recuo de 0,3 pp. Já o Ebitda ficou em R$ 503 milhões no período, uma alta de 33,6% sobre iguais meses de 2019.

 

 

 

 

 

Fonte: SA Varejo 18.05.2020

Comments are closed.